Aneurisma Cuiabá, Mato Grosso

Aneurisma em Cuiabá. Encontre telefones, endereços e informações sobre Aneurisma em Cuiabá e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Aneurisma.

Danilo Zanirato
(65) 3641-2022
Clínica Médica Ginecologia e Obstetrícia
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Orlando Cerci Filho
(65) 3641-2022
Rua Pernambuco 241
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Cervantes Caporossi
Rua Marechal Deodoro 582
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Femina Prestadora de Servicos Medicos Hospitalares
Rua Corumba 538
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Carlos Dias Machado
(65) 3622-4126
Avenida Avenida Isaac Póvoas 586 - Sala 02 Ed.Wall Street
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Marco Aurelio Silva Ribeiro
(65) 3642-3570
Rua Bosque da Saude 208
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Derly Ortiz Rodrigues
Rua B 30 - Edf. Bosque das Aguas Ap.401
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Carlos Fernando G. Garcia
(65) 3052-3002
Rua Adel Maluf 119
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Cristina de Carvalho
R.Arnaldo Matos 125 - Ed Mont Clair Ap 302
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Najla Maria Souza Franco
(65) 3023-1616
Rua das Dálias 317 - 1º Andar
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aneurisma – O que é, tratamento

O aneurisma pode levar a sérias complicaçõesO aneurisma é uma dilatação que pode acontecer na parede do vaso sanguíneo, devido à perda de elasticidade da parede, podendo levar a uma ruptura desta. Ele pode ser inflamatório, traumático, congênito ou degenerativo, e mais frequentemente acontece na aorta e nos vasos sanguíneos do cérebro.Quando esta dilatação do vaso ganha uma forma esférica, ela é conhecida como aneurisma sacular ou saciforme. Já quando ela se apresenta de forma alongada, no eixo principal do vaso, é chamada de aneurisma fusiforme.Os aneurismas podem ter tamanhos variados, indo de poucos milímetros a alguns centímetros. A gravidade varia conforme o tamanho, assim como a probabilidade de ruptura, além do local acometido.O grande perigo desta patologia é quando acontece o rompimento, situação na qual o paciente deve ser levado com urgência ao hospital. Se for um aneurisma cerebral, pode acarretar em um acidente vascular cerebral, enquanto nos casos de aneurisma da aorta, que é mais comum nos homens, pode haver embolia arterial e trombose aguda, entre outras complicações.Fatores de riscoO cigarro é um dos fatores de risco para o aneurismaAlguns dos fatores de risco para o surgimento do aneurisma são:- Histórico familiar (possuir algum parente que tenha sido acometido pelo aneurisma)- Obesidade- Idade avançada- Fumo- Colesterol alto e arteriosclerose- Hipertensão- DiabetesSintomasNormalmente, o aneurisma é assintomático, exceto nos casos em que o crescimento dele é bastante rápido, causando dor intensa no peito, agitação e hipotensão. Quando começam as complicações, geralmente no rompimento dos vasos, a pessoa acometida pode sentir uma forte dor de cabeça, além da perda da consciência, vômito e perdas progressivas na visão. Outros sintomas comuns são hemorragia interna e convulsões.Se o aneurisma for arterial abdominal e já estiver bastante volumoso, o médico poderá identificá-lo apalpando a região do abdome e procurando por uma pulsação intensa, como se houvesse um “coração na barriga”.TratamentoNos casos mais graves, a intervenção cirúrgica é necessáriaAntes do rompimento, os aneurismas podem ser identificados através de exames como tomografia computadorizada, ressonância magnética, angiografia cerebral, ultrassonografia e radiografia do abdome.Os métodos para combater o aneurisma têm evoluído bastante, e atualmente existem algumas formas de tratamento, que variam conforme o quadro do paciente. Dentre elas, se destacam os tratamentos:- ClínicoConsiste no acompanhamento do tamanho do aneurisma e no controle dos fatores de risco. É utilizado quando o aneurisma é pequeno, e caso ele aumente muito o seu tamanho, o paciente deve passar por cirurgia.- CirúrgicoConsiste na exclusão do segmento do vaso sanguíneo afetado, que é substituído por uma ponte artificial, de tecido sintético. No aneurisma cerebral, pode ser colocado um clipe metálico entre o local do aneurisma e o vaso normal, evitando o fluxo de sangue para a veia afetada.- EndovascularEsta técnica é baseada na introdução de um pequeno cateter através da artéria femoral, que fica na virilha, que auxilia na exclusão circulatória do saco aneurismático.