Apendicite Teresina, Piauí

Apendicite em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Apendicite em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Apendicite.

Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Antonio de Carvalho
Av Raul Lopes 1000 - L Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Inocencia Ferreira Melo
Av Tomaz Rebelo 462
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Felix Pereira da Silva
223-2346
R Olavo Bilac 1520 - Sl 107
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose de Ribamar Tourinho
(86) 3232-4945
Av Miguel Sady 209
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Thereza Christina Pereira Leal
(86) 3223-6664
R Alvaro Mendes 2268 - Sala 106
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Manoel Chaves Filho
(86) 3223-5600
R Felix Pacheco 1870
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nilda Mendes de A Trindade
(86) 3222-4267
R Paissandu 2110
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Jose Lima
(86) 3226-1312
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Roger Aragon de Moraes Marinho
(86) 3221-2723
R Elizeu Martins 1294 - Sala 201
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Apendicite: sintomas, dores, como tratar

A dor de apendicite é contínua e se localiza à direita, na pelveA apendicite é um problema bastante comum e uma das principais causas de cirurgia abdominal em pacientes jovens e sem outras doenças de base. Essa entidade é o resultado da inflamação do apêndice, que fica localizado no início do intestino grosso e exerce a função de órgão linfático.O que é o apêndiceAlém de auxiliar na função de defesa do organismo, esse órgão tem um fundo cego, ou seja, é fechado em um dos lados, de forma semelhante ao dedo de uma luva, sendo que sua abertura é voltada para a luz intestinal. O problema é que, por possuir apenas um orifício para drenagem das secreções ali produzidas, a chance de obstrução por detritos fecais acaba sendo bastante alta.Sintomas de apendiciteGeralmente a apendicite costuma ocorrer em pacientes com faixa etária entre 20 e 30 anos, e apesar de ser considerada por muitos como um problema de pouca importância, é extremamente perigosa e, se não tratada a tempo, pode resultar em óbito.O primeiro e principal sintoma é a falta de apetite, que não é específico para os casos de apendicite, podendo acompanhar muitas outras patologias, mas que, quando acompanhado de outros sintomas, é fortemente sugestivo de apendicite.O apêndice se localiza na primeira porção do intestino grosso A dor abdominal é bastante característica e se manifesta do lado direito, na região de fossa ilíaca (anterior ao osso ilíaco, que é o mais proeminente do quadril) e costuma ser contínua, com início de pouca intensidade que vai piorando com a evolução do quadro.Saiba quais são as piores dores do mundo.Outros sintomas que aumentam a suspeita dessa entidade são febre, náuseas e vômito, colapso do aparelho digestivo (uma vez que o intestino inflamado deixa de funcionar) e diminuição do estado geral. Isso significa que, com a rápida progressão do quadro, o paciente vai se tornando cada vez mais debilitado, sendo que isso pode ser percebido pela simples observação das fácies e postura da pessoa.DiagnósticoGeralmente não é necessário realizar nenhum exame laboratorial para comprovar a suspeita, sendo que o diagnóstico é clínico. Isso significa que a história do quadro somada às alterações no exame físico é suficiente para que o médico tenha certeza do diagnóstico.Um caso a parte são os episódios atípicos de apendicite, que podem cursar com escassez de sintomas ou com dor referida em outro local, sendo que, nessas situações, outros exames costumam ser solicitados para fechar o diagnóstico.TratamentoSempre o tratamento de apendicite é cirúrgico, para que seja feito a remoção total do apêndice. Na cirurgia aberta, a cicatriz é pequena e discreta, sendo que também pode ser realizada a cirurgia laparoscópica, com os mesmos resultados. A recuperação costuma ser bastante rápida e sem complicações.A procura por ajuda médica precocemente previne complicaçõesÉ importante destacar que, mediante a suspeita de um quadro de apendicite, é fundamental procurar um médico o mais rápido possível, pois quanto mais precoce o tratamento, melhores serão as chances de recuperação e menores os riscos para a saúde. Se recusar a ficar internado para observação e acompanhamento da evolução do quadro é um equívoco que pode acabar custando a vida.Confira mais informações a respeito da apendicite aguda.