Câncer De Estômago Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Câncer De Estômago em Campo Grande. Encontre telefones, endereços e informações sobre Câncer De Estômago em Campo Grande e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Câncer De Estômago.

Jesusmar Modesto Ramos
(67) 3324-3527
Av Afonso Pena 3504 - 9. Andarsala 92
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Synesio de Oliveira Borges
(67) 3383-3113
Barão do Rio Branco 55
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Evandro Veiller Ferrari
(67) 3382-7095
Rua Xv Deovembro 1311
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Clebio Pereira Vasconcellos
(67) 3384-2959
Rua 13 - de Maio 2286
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Wagner Luiz Vinholi
(67) 3382-3148
R 26 - de Agosto 1700
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Erlon Klein
(67) 3025-1571
Rua São Paulo 919
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Alcione Italo Balsanelli Junior
(67) 3323-1800
Rua Padre Joao Crippa 1098
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Antonio Joao de Souza Oliveira
(67) 3362-1173
Av. Julio de Castilho 3792
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Vilma Cubel Goncalves
(67) 3384-7515
Quinze Deovembro 1017
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Erlon Klein
(67) 3025-1571
Rua São Paulo 919
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Diminuir sal reduz risco de câncer de estômago

Não basta retirar o saleiro da mesa, afinal, o sal está presente em grande quantidade nos alimentos industrializados. (Foto:Divulgação)O câncer de estômago, também chamado de gástrico, tem feito milhões de vítimas em todo o mundo. Ele se manifesta através de sintomas como fraqueza, perda de apetite, emagrecimento, vômito com sangue e dificuldades para deglutir. Quanto antes for feito o diagnóstico, mais eficaz é o tratamento.Alguns fatores aumentam os riscos de desenvolver tumores malignos no estômago, como o fumo e a gastrite. Um estudo recente também identificou que uma dieta com excesso de sal eleva as chances de câncer estomacal.Saiba mais: Vida Salgada – O Sal faz mal a Sáude ?Consumo excessivo de sal aumenta o risco de câncer de estômagoUm estudo realizado pela ONG World Cancer Research Fund (Fundo Mundial de Pesquisas sobre o Câncer, WCRF) revelou que reduzir o sal dos alimentos é uma forma de diminuir as chances de câncer de estômago. Embasada neste resultado, a entidade está alertando a população da Grã-Bretanha para salgar menos os alimentos.Sal em excesso aumenta o risco de câncer de estômago. (Foto:Divulgação)De acordo com a ONG, um em cada sete casos de câncer de estômago poderia ser evitado se o consumo de sal fosse controlado diariamente. As autoridades de saúde recomendam a ingestão de 6 gramas de sal por dia, mas o WCRF constatou que os britânicos estão consumindo uma quantidade acima da média, ou seja, aproximadamente 8,6 g por dia. Segundo o IBGE, o brasileiro consome 8,2 gramas de sal por dia.Kate Mendoza, diretora de informação da ONG, declarou que câncer de estômago é uma doença difícil de ser tratada devido ao diagnóstico tardio. Além de evitar o excesso de sal, ela também recomenda adotar um estilo de vida mais saudável, valorizando principalmente uma alimentação rica em frutas e verduras.Como 75% do sal consumido pelas pessoas já está presente nos alimentos, fica complicado reconhecer quando a quantidade é excessiva ou não. Para solucionar este problema, o WCRF propôs a inclusão de informações específicas sobre os níveis de sal no rótulo de cada item industrializado.Os rótulos podem ajudar os consumidores a distinguir os níveis de sal dos alimentos. (Foto:Divulgação)Com o objetivo de facilitar a distinção do consumidor ao avaliar as embalagens dos produtos, a ONG recomendou a adesão de um sistema parecido com o semáforo, no qual o vermelho representaria índice alto de sal, amarelo seria médio e verde igual a baixo.Embora a medida de classificar o nível de sal de cada alimento tenha impacto positivo na saúde da população, os fabricantes e supermercados desaprovam a proposta.Veja também: Alimentos ricos em sódio: quais sãoOs males do consumo exagerado de salO sal, quando consumido em excesso, causa:- Hipertensão- Infarto- Doenças cardiovasculares- Úlcera gástrica- Problemas renais Conteúdo avaliado com média: