Câncer No Peritônio Teresina, Piauí

Câncer No Peritônio em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Câncer No Peritônio em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Câncer No Peritônio.

Gildene Alves da Costa
(86) 3221-6050
R Olavo Bilac 2300 - Ambulatorio H Sao Marcos
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Jose Andrade de Carvalho Melo
(86) 3221-4220
R Desembargador Pires de Castro 380 - S Sala 807
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Edimar Duarte Val
(86) 3226-2861
R Sao Pedro 1977 - S 204
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Felix Pereira da Silva
223-2346
R Olavo Bilac 1520 - Sl 107
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Jose Lima
(86) 3226-1312
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Paulo Henrique de Carvalho Melo
R Felix Pacheco 2159
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Katia Maria Marabuco de Sousa
(86) 3233-4111
R Professor Joca Vieira 1269
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Antonio Fortes de Padua Filho
(86) 3221-3931
R Gabriel Ferreira 372 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Cancerologia

Dados Divulgados por
Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Teresa Sousa M Rezende
(86) 3221-4805
R Vinte e Quatro de Janeiro 294 - N
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Câncer no peritônio: saiba mais

O câncer de peritônio ganhou repercussão nacional por ter provocado a morte da madrinha da televisão brasileira, Hebe Camargo. Essa patologia atinge o peritônio, que é o tecido responsável por revestir a face interna de todo abdome, protegendo e auxiliando na acomodação dos órgãos. Saiba mais sobre o câncer no peritônio e fique por dentro do assunto:O câncer no peritônio foi o responsável pela morte da apresentadora Hebe Camargo. Foto: divulgaçãoSaiba mais sobre a morte da apresentadora Hebe Camargo.ClassificaçãoDe acordo com sua origem, o câncer de peritônio pode ser classificado como primário ou secundário, o que pode indicar, indiretamente, o provável prognóstico e ainda auxiliar na conduta médica.Carcinoma primário: Também chamado de mesotelioma, é aquele em que as alterações celulares que culminaram no aparecimento do tumor se original no tecido local;Carcinoma secundário: Conhecido como carcinomatose peritoneal, é aquele em que o câncer se origina em outro tecido e então atingir o peritônio, quer seja por invasão do tecido adjacente ou metástase.Independente de sua classificação, é importante deixar claro que o câncer de peritônio é um problema grave de saúde e que, mesmo após o tratamento adequado, apresenta grandes chances de recidiva.A ascite é o principal sintoma. Foto: divulgaçãoPrincipais sintomasNa maioria das vezes os sintomas desse tipo de tumor são bem inespecíficos e podem se manifestar como aumento do volume abdominal por retenção de líquidos, conhecida como ascite. Geralmente este é o primeiro sinal de alteração, que não é exclusivo do câncer e pode ocorrer em diversas outras patologias, como distúrbios hidroeletrolíticos e problemas renais.Outras queixas comuns são dificuldade na digestão dos alimentos, dor em região abdominal, fraqueza, emagrecimento importante sem causa aparente, hiporexia (diminuição do apetite), febre, perda se sague por via vaginal, diarreia ou obstipação intestinal e aumento da frequência urinária.Principais causas de câncer no peritônioAs causas que levam ao surgimento do câncer peritoneal ainda não foram esclarecidas, contudo sua incidência está relacionada com fatores como idade avançada, histórico familiar de câncer ou pacientes que possuem algum tipo de câncer abdominal.Conheça os cânceres que podem estar relacionados ao trabalho.TratamentoO tratamento do câncer de peritônio é realizado através de quimioterapia, isto é, a tomada de medicamentos que irão combater o desenvolvimento do tumor. Por vezes uma cirurgia para retirada de partes da lesão pode ser necessária, entretanto não é possível remover porções extensas do peritônio. Em algumas situações a radioterapia pode ser aliada da quimioterapia.Quanto mais cedo o câncer for descoberto, melhor será o prognóstico. Foto: divulgaçãoO câncer de peritônio é um grave problema de saúde que geralmente cursa com sintomas inespecíficos e não possui causa conhecida. Existem grupos de risco que devem ficar atentos, pois o quanto mais cedo esse tipo de câncer for descoberto, melhor será o prognóstico e a qualidade de vida do paciente, evitando que a doença atinja outros órgãos.