Clínica De Drogas Balneário Camboriú, Santa Catarina

Clínica De Drogas em Balneário Camboriú. Encontre telefones, endereços e informações sobre Clínica De Drogas em Balneário Camboriú e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Clínica De Drogas.

Nilva Farias
(47) 3345-4245
Rua Alexandre G Figueiredo 433
Balneário Piçarras, Santa Catarina
 
Nara M S Souza
(47) 3366-5844
Rua 3300 360 s 207
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Adriana Lemos
(47) 3367-5339
Rua Januário Pedro Ferreira 25
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Danilo Ughini
(47) 3367-5263
Av Atlântica 2500 ap 1102
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Laércio Antônio Braggio
(47) 3363-1301
Rua 1500 871 s 6
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Farmácia Farma Nilva
(47) 3345-3837
Rua Alexandre G Figueiredo 433
Balneário Piçarras, Santa Catarina
 
Margareth dos Santos
(47) 3367-2573
Av Brasil 1500 sl 423
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
SILVIA C M CAMARGO
(47) 3361-5319
Rua 1101 60 S 00073
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Vivian Cristina Nielsen Cruzetta
(47) 3367-9638
Rua 2000 567 s 1
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
susana rodriguez iglesias
(47) 3263-2013
rua 1536. N 741
Balneario Camboriu, Santa Catarina
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conheça os principais motivos para evitar as drogas

O problema com drogas vive a espreita da sociedade e não escolhe classe. Cada vez mais cedo jovens se deixam levar e acabam entrando num caminho difícil de ter volta, que deixa marcas para o resto da vida, levando às ruínas sonhos e planos de vida. Mas, o que exatamente o uso de drogas causa ao organismo? Como evitar? Caso já esteja envolvido, como sair dessa situação?Continue lendo e saiba um pouco mais!O vício não escolhe classe social (Foto: Divulgação)Droga – o que é?Leva o nome de droga qualquer substância natural ou sintética que, ao ser introduzida no organismo, altera suas funções. Em geral elas podem ser estimulantes, depressoras ou alucinógenas. Elas causam diferentes efeitos no organismo e podem ser obtidas por determinadas plantas, animais ou minerais (nicotina, cafeína, maconha, ópio…), ou também serem elaboradas em laboratório como as anfetaminas.Drogas estimulantes: alteram as funções cerebrais fazendo com que o cérebro funcione mais rapidamente;Drogas depressoras: diminuem a atividade cerebral e retardam as funções metabólicas dificultando o processamento de mensagens que são enviadas ao cérebro;Drogas perturbadoras ou alucinógenas: a atividade do cérebro fica perturbada causando alucinações ou ilusões, mais comumente de natureza visual.As drogas (remédios registrados e autorizados pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que são utilizados com fins medicinais para ajudar pessoas que sofrem com alguma enfermidade se utilizadas de forma errada também podem causar dependência.Já no caso das drogas ilícitas como cocaína, crack e maconha, por exemplo, podem causar estragos desde as primeiras vezes de uso. O vício dessas substâncias é iminente, causando dependência física e psíquica.É possível se viciar logo na primeira experiência com as drogas (Foto: Divulgação)Uso de Drogas – Principais CausasSão diversas as razões que levam um indivíduo a usar drogas, entre elas: problemas pessoais ou sociais, influência de ‘amigos’, recreação, sensação momentânea de prazer, facilidade de acesso, por estar sob influência de álcool, mudança de peso, depressão, para ficar acordado ou dormir profundamente…As razões são muitas e independentes de classe social ou idade. Obviamente, as pesquisas apontam que pessoas com menos condições financeiras e mais jovens se envolvem intensamente com as drogas, mas todos estão sujeitos.Principais RiscosAo experimentar qualquer tipo de droga, o organismo pode imediatamente responder e acabar ocasionando o vício. Ser dependente de forma física ou psíquica pode levar a problemas que, na maioria das vezes, não têm solução como contaminação por equipamentos compartilhados como seringa e agulha, comportamento vulnerável levando ao sexo sem prevenção, exposição à DST’s (Doenças Sexualmente Transmissíveis), entre elas a AIDS, comportamento violento, comprometimento do desenvolvimento físico e psicológico, entre outros.É preciso mobilizar a família, a escola e os meios de comunicação (Foto: Divulgação)Por esses e por diversos outros motivos é preciso mobilização da família, meios de comunicação e escola para manter os jovens, que estão mais vulneráveis ao uso, longe das drogas.