Dieta Do Mediterrâneo Cuiabá, Mato Grosso

Dieta Do Mediterrâneo em Cuiabá. Encontre telefones, endereços e informações sobre Dieta Do Mediterrâneo em Cuiabá e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Dieta Do Mediterrâneo.

Augusto Bueno de Azevedo Neto
Av Felinto Muller 1211
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Endocrinologia

Dados Divulgados por
Lucrecia Maria de Melo
(65) 3321-9074
R. Coronel Thogo da Silva Pereiranr. 311
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Endocrinologia

Dados Divulgados por
Vanda Parreira Araujo e Silva
(65) 3321-9736
Av das Flores 951
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Endocrinologia

Dados Divulgados por
Eliane Solange de Souza Pires
(65) 3617-1688
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Medicina de Família e Comunidade

Dados Divulgados por
Audimet Auditoria em Saúde e Medicina do Trabalho
(65) 3321-8725
r Des José Mesquita, 303 Araés
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Najla Maria Souza Franco
(65) 3023-1616
Rua das Dálias 317 - 1º Andar
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Endocrinologia

Dados Divulgados por
Elianne Maria Ferreira Curvo
Av. Isaac Póvoas 546
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Endocrinologia

Dados Divulgados por
Naíra Domingos Sé
(65) 3322-2504
Rua Rua dos Líriosº 525
Cuiaba, Mato Grosso
Especialidade
Nutrologia

Dados Divulgados por
Clínica Médica Mady Ltda
(65) 3625-1491
r Manoel Ramos Lino, 223, Coophamil
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Castro, Maria C D
(65) 3321-5658
r Br Melgaço, 2403
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dieta do Mediterrâneo: Ajuda a prevenir o diabetes e o controle da pressão arterial

Imagem: (Foto Divulgação)Pessoas que acompanham a dieta do Mediterrâneo elevam sua perspectiva de vida – sua chance de estender o tempo de vida amplia até 20%, de acordo com uma pesquisa realizada pela Academia Sahlgrenska, da Universidade de Gotemburgo, na Suécia.É uma dieta fundamentada em peixes, vegetais, castanhas e frutas. Possui ainda reduzida ingestão de produtos animais, como: carnes brancas e vermelhas, além de laticínios. Uma pesquisa realizada na década de 50 já havia apontado que essa dieta leva a um melhor bem-estar.Na pesquisa atual, os suecos analisaram os efeitos da dieta em pessoas idosas no país. Eles utilizaram dados chamados de H70 para poder comparar idosos acima de 70 anos que acompanhavam e que não acompanhava a dieta. Os resultados do estudo indicavam que aqueles que seguiam a dieta tinham 20% a mais de chances de viverem mais anos.Evidências científicasAs decorrências possuem a ajuda de outras três não divulgadas: uma feito em pessoas da Dinamarca, a segunda no norte da Suécia e o terceiro em crianças. “A conclusão que podemos tirar desses estudos é que não existe dúvida de que a dieta do Mediterrâneo está relacionada a uma saúde melhor, não apenas para os idosos, mas também para os jovens”, diz Gianluca Tognon, cientista da Academia.