Dismenorréia Caucaia, Ceará

Dismenorréia em Caucaia. Encontre telefones, endereços e informações sobre Dismenorréia em Caucaia e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Dismenorréia.

Liana Maria Juca B Mattedi
(85) 4011-2767
Travessa Dom Luís 1200
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Wladimir O de Queiroz
3279-4093
R Pedro Firmeza 712
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Silvana Cristina S Albuquerque
Av B 690
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdy Ferreira de Menezes
3458-1630
Av Dom Luis 500
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ricardo Augusto Rocha Pinto
R Papi Junior 1222
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Odalia Carvalho Sampaio
3252-2804
Rua Pereira Filgueiras 1095
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jacinta Maria Parente Vieira
3287-4820
Av Bezerra de Menezes 2711
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Evandro Ferreira de Sousa
3253-3337
Av Antonio Sales 60
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Sefora de Alencar Araripe Gurgel
3224-6470
R Jose Vilar 950
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Maria Costa Batista
3495-3813
Av Holanda 235
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Cólica menstrual ou Dismenorréia: Há Diferenças?

cólica menstrual ou dismenorreia há diferenças?Quando chega a época não tem jeito, surgem dores fortes que acabam com o humor de uma boa parte de mulheres. O problema é denominado dismenorréia ou, simplesmente, cólica menstrual. E muitas apelam para a automedicação, sem ao menos saber que a situação pode estar relacionada com alguma doença, que pede tratamento específico.A cólica é provocada, de maneira geral, pela contração do útero e se manifesta em diferentes graus: desde um pequeno desconforto até dores intensas, acompanhadas de diarréia, sensação de mal-estar e de dor cabeça.No primeiro caso, não há lesões nos órgãos pélvicos. Em geral, é causada pelo aumento da produção de algumas substâncias pelo útero, é chamada de prostaglandinas, que promovem contrações uterinas dolorosas, explica os ginecologistas.Dessa forma, o sofrimento inicial começa a se manifestar após as primeiras menstruações. Costuma aumentar ou diminuir de intensidade por volta dos 20 anos ou após a gravidez. O estresse é um fator agravante, porque aumenta a produção das prostaglandinas.O tratamento é realizado com antiinflamatórios. Outras recomendações são exercícios físicos moderados, uso de bolsas de água quente, banhos mornos e massagens relaxantes. Até a alimentação colabora. A dieta deve conter menos gordura animal, laticínios e ovos, e mais vegetais, sementes cruas e nozes.O que é dismenorréia secundária? A dismenorréia secundária pode ocorrer por inúmeros fatores e os mais frequentes são endometriose, miomas uterinos, infecção pélvicas, anormalidades congênitas da anatomia do útero ou da vagina, uso de DIU (dispositivo intra-uterino) como método anticoncepcional. A dor costuma aparecer durante o período menstrual, mas pode incomodar em outras fases do ciclo, de acordo com sua causa provável.Para tratar da situação de endometriose, a melhor opção pode ser conseguida com uso de métodos hormonais ou cirurgia. No caso das infecções, o tratamento é realizado com uso de antibióticos. O tratamento dos miomas, em geral, também é cirúrgico.Como saber o diagnóstico?Quem sente cólicas, deve procurar um médico para identificar os motivos. O diagnóstico é baseado no histórico do paciente e nos exames físicos e ginecológicos. Às vezes, são necessários exames complementares, como as dosagens hormonais, ultra-som transvaginal, ressonância magnética e, em último caso, laparoscopia.Assim, procure se livrar do problema verificando, o que de fato está ocorrendo com o seu organismo, através de consultas com especialistas na área.