Distúrbios Alimentares Na Adolescência Teresina, Piauí

Distúrbios Alimentares Na Adolescência em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Distúrbios Alimentares Na Adolescência em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Distúrbios Alimentares Na Adolescência.

Aurora Moura de Brito
(86) 3221-5408
R Gabriel Ferreira 574 - S S 02
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ceciane Alves Nery
(86) 4009-1110
R Coelho de Resende 1276
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria de Lourdes de F Veras
(86) 3221-0190
R Olavo Bilac 1610
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Manoel Chaves Filho
(86) 3223-5600
R Felix Pacheco 1870
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Antonio de Carvalho
Av Raul Lopes 1000 - L Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Jose Lima
(86) 3226-1312
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdeci Ribeiro de Carvalho
(86) 3221-8742
R Coelho de Resende 352 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nilda Mendes de A Trindade
(86) 3222-4267
R Paissandu 2110
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Thereza Christina Pereira Leal
(86) 3223-6664
R Alvaro Mendes 2268 - Sala 106
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Teresa Sousa M Rezende
(86) 3221-4805
R Vinte e Quatro de Janeiro 294 - N
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Distúrbios Alimentares na Adolescência

Nos últimos 52 anos, a Barbie tem sido considerada o modelo de beleza feminina a ser seguido pela maior parte das meninas mundo afora. Suas longas madeixas douradas, seu guarda-roupa elaborado – com peças que caem como uma luva em seu esbelto corpo, isso sem falar dos saltos que encaixam perfeitamente em seus pés bem desenhados.Para provar que o exemplo que essas crianças e adolescentes sonham em seguir é na verdade mais pavoroso do que gracioso, a estudante americana Galia Slayen foi encarregada de recriar a boneca em tamanho real, com suas verdadeiras proporções.O resultado mostra que, caso a Barbie fosse realmente humana, estaria mais próxima às dimensões das personagens de Avatar do que às medidas requeridas para as concorrentes do Miss Universo. Com 1.75 de altura e calçando o número 35, ela mal teria capacidade de se manter em pé, que dirá se equilibrar em um salto alto.As desproporções vão além, uma vez que seu busto mede 99 cm, a cintura 45 cm e os quadris 83 cm. Pasmem! Nem mesmo Gisele Bündchen é dona de uma cinturinha tão fina assim…O protótipo da Barbie real foi desenvolvido especialmente para a Semana Nacional de Distúrbios Alimentares, realizada recentemente nos Estados Unidos, com o objetivo de alertar adolescentes que sofrem de doenças relacionadas à má-alimentação.Esta não é a primeira vez que a Barbie é associada a distúrbios alimentares. Em 1998, a rede americana de cosméticos The Body Shop usou a imagem da boneca para duas polêmicas campanhas – que, inclusive, foram proibidas de circular na China e nos Estados Unidos.As publicidades traziam Barbies gordinhas e nuas acompanhadas pelo logo: ‘Existem três bilhões de mulheres que não se parecem com as super modelos. Enquanto apenas oito têm esse estereótipo’.Recentemente, a organização americana Active Life Movement (Movimento em prol da vida ativa) também recorreu à Barbie obesa, que gosta de comida chinesa e não sai de frente co computador, para alertar os pais a incentivarem seus filhos à prática de esportes.Mais curiosidades da Barbie da vida real:* Duas Barbies são vendidas a cada segundo no mundo inteiro. O público-alvo da boneca são meninas entre três e sete anos. No decorrer do ensino primário, cada garota tem, em média, oito Barbies.* Com 1.75 metro e 49 quilos, caso Barbie fosse uma mulher de verdade, teria IMC (Índice de Massa Corpórea) 16.24 – seria classificada anoréxica e sequer menstruaria.* Suas medidas só permitiriam que se movimentasse de quatro, uma vez que sua estrutura a impediria de ficar em pé.* A associação de Barbie como imagem ideal vem de longa data. Em 1963, a Mattel lançou uma linha de acessórios chamada Barbie Baby-Sitter, que vinha acompanhada por um livreto de conselhos da boneca para suas jovens admiradoras. Dentre eles, uma lista de Como Perder Peso. Em 1965, o mesmo livrinho foi comercializado com o box Slumber Party.