Dor Crônica Brasília, DF

Dor Crônica em Brasília. Encontre telefones, endereços e informações sobre Dor Crônica em Brasília e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Dor Crônica.

Alexander Jorge Saliba
(61) 3326-9242
Cln 204 Bloco C Número 51 - Sala 105
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Einstein Francisco de Camargos
(61) 3349-2827
Stn Lote M Centro Clínico Vital Brazil 327 - Sala 327
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Eduardo Calixto Saliba
(34) 439-0800
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Marcelo de Faveri
(61) 3442-8134
Sep/S 710/910 Centro Clínico Via Brasil 534
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Gustavo de Oliveira Costa
(61) 3362-6000
Sia Trecho 02 Lote 1125
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernando Cesar D Andrada Sobrinho
Sds Bl. Pº 36 - Ed. Venancio Iii Sala 401
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Alexandre Lima Rodrigues da Cunha
(61) 3345-5505
Shls 716 Centro Clinico Sul Torre Ii Sala 420
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Aristein Tai Shyn Woo
(61) 3347-0213
Shln Conj.B Bloco 02 00 - Próximo ao Santa Helena
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernando Americo Rozzante de Castro
(61) 3346-7771
Shis 716Conj. L Torre Ii S/102 000 - Centro Clinico Sul
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Manoel Sardse Barros Beleza
324-5434
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dor crônica: como tratar, dicas

Segundo dados, uma em cada três pessoas no mundo sofre com as dores crônicas. Somente no Brasil, a prevalência é em torno de 26%, com idade superior a 18 anos. Apesar de ser um quadro clínico muito comum, é um problema muito difícil de ser resolvido. Conheça algumas informações sobre a dor crônica, incluindo dicas de como trata-la. Saiba como a acupuntura pode aliviar a dor crônica.A dor crônica afeta um grande número de pessoas em todo o mundo. (Foto: divulgação)Conhecendo mais sobre a dor crônicaÉ importante lembrar que é imprescindível que o indivíduo conheça o real significado de dor crônica. Segundo especialistas, a dor crônica é aquela que persiste por pelo menos três meses e não desaparece após tratamento específico.Esse quadro álgico (de dor) persistente pode ser classificado em três tipos:Dor crônica tipo nociceptiva – o nociceptor é a estrutura nervosa responsável pela percepção da dor. Sendo assim, nesse tipo de classificação, o quadro álgico tem início nesse ponto. Em geral, as dores articulares crônicas tem esse padrão;Dor crônica tipo neuropática – nesse quadro clínico, a dor é gerada pelo mau funcionamento do sistema nervoso. Além da dor, o indivíduo que apresenta esse tipo de problema pode manifestar ardor e formigamento no membro afetado;Dor crônica tipo mista– como o próprio nome já diz, esse tipo de dor apresenta uma mescla de características dos quadros anteriores. Ela é comumente manifestada em pacientes com câncer em estágio avançado e doenças da coluna, como por exemplo a cervicobraquialgia. O tratamento comum não combate a dor crônica. (Foto: divulgação) Uma grande esperançaA dor crônica é um quadro que não responde de forma adequada ao tratamento tradicional. Assim, o indivíduo que sofre com esse quadro deve buscar outros meios de tratamento. Entre os mais conhecidos e eficazes, podemos citar os bloqueios. Esse tipo de procedimento é realizado por um médico especializado em anestesiologia. Isso se deve a seu amplo conhecimento sobre farmacologia dos opioides e analgésicos, medicamentos utilizados para o tratamento de dor crônica. Assim, é de extrema importância que a pessoa que sofra com o quadro de dor crônica buscar a orientação de um especialista, antes de se submeter a qualquer tipo de procedimento.Diante de quadro de dor crônica, busque a orientação de um especialista. (Foto: divulgação)É imenso o número de pessoas que sofre com a dor crônica. Apesar de ser um quadro clínico muito comum, até o momento não existe um tratamento eficaz para combatê-la. A melhor maneira de atingir o alívio do quadro álgico é buscar o atendimento de um médico especializado. Apenas ele poderá realizar uma avaliação adequada e completa, descartando outros problemas relacionados, assim como indicar o tratamento ideal.Saiba como conviver com a dor crônica.