Enxaqueca Infantil Almirante Tamandaré, Paraná

Enxaqueca Infantil em Almirante Tamandaré. Encontre telefones, endereços e informações sobre Enxaqueca Infantil em Almirante Tamandaré e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Enxaqueca Infantil.

Aramis Renato Budal Guimaraes
(95) 3132-2245
R Martin Afonso 705
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dalton Fujiwara Chuman
(41) 3262-4488
Rua Madre Leonie 463
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ivan Jose Paredes Bartolomei
(41) 3077-4792
Rua da Paz 195 - Sala 1B
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Aracy de Cassia Pucu Costa Pinheiro
(41) 3013-4976
Av Republica Argentina 452 - Sala 1002/1003
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Benjamin Nogueira Campos Neto
(41) 3283-3044
Rua Alcidio Viana 837 - Edificio Galeno
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
José Marcos
(41) 3345-4477
Rua Guararapes 2208 - Casa
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Grau Clinicenter Pinheirinho
413-0168
R Amintas de Barros 990
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Lucas Darci Segatti
(41) 9228-9178
Av. Iguacu 820
Curitiba, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Cristina Singer Wallbach
(41) 3283-1154
Rua Dr. Marcelinoogueira 215 - 5ºAndar Sala 23
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Cristina Hsin Wei Hsu Cleto
(41) 3035-5321
Rua Mendes Leitao 282
Sao Jose Dos Pinhais, Paraná
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Enxaqueca infantil sintomas, causas, tratamento

Muitas crianças se queixam de dores de cabeça e os pais costumam ficar de mãos atadas sem saber qual providência tomar. O quadro torna-se realmente preocupante quando o aproveitamento escolar e até mesmo tarefas diárias são deixadas de lado pelos pequenos em razão da dor, que pode ser particularizada como um quadro clínico de enxaqueca.Veja mais: Crianças com crises de enxaqueca são mais propensas a problemas psicológicosCausas de enxaqueca infantilO uso de analgésicos comuns podem ser usados para reduzir os sintomas e antieméticos para a náusea e vômitos. (Foto Divulgação)Os motivos das crises de enxaqueca são diversos. Problemas de alimentação, horas em frente ao computador ou vídeogame, associados a redução das horas de sono podem originar a dor. Segundos especialistas, até os 12 anos, a presença das dores é semelhante em ambos os sexos, mas, após essa idade, as ocorrências aumentam rapidamente nas meninas.Leia também: Saiba como evitar o estresse infantilSintomas e tratamentosHoras em frente ao computador ou vídeogame, podem acarretar as crises de enxaquecas. (Foto Divulgação)Os quadros crônicos da doença podem levar a criança a ter crises de vômitos, dor abdominal e até vertigem. Esses sintomas são frequentes em meninas, ocorrendo em cerca de 60% dos casos de dor do que em meninos, nos quais somente 41,7% dos que apresentam a dor possuem algum sintoma visível.Veja ainda: Cinco hábitos que previnem a enxaquecaInúmeros fatores podem originar a enxaqueca na criança e devem ser evitados, como a ingestão repetida de alimentos com conservantes, gordurosos, cítricos, leite e derivados, chá e refrigerantes, bem como jejum prolongado, problemas no sono, exagero de atividades extracurriculares, alterações emocionais, barulho excessivo e cheiros fortes como perfume, tinta e cigarro.Alimentos gordurosos, devem ser evitados já que podem originar a enxaqueca na criança. (Foto Divulgação)Caso não for plausível evitar, a crise deve se tratada. Para isso a indicação médica é de repouso em um lugar silencioso e com pouca luminosidade e um breve intervalo de sono. Normalmente, as crianças com enxaqueca não precisam de medicamentos para suas crises, já que, costumam melhorar, somente com repouso em um ambiente calmo que estimule o sono.Confira: Alimentos que pioram a enxaquecaTambém pode ser indicado o uso de analgésicos comuns para reduzir os sintomas e antieméticos para a náusea e vômitos. Com o passar do tempo, sobretudo, quando os quadros são prevenidos e tratados ao longo da infância, as crises de dor podem desaparecer sozinhas.