Enxaqueca Infantil Caucaia, Ceará

Enxaqueca Infantil em Caucaia. Encontre telefones, endereços e informações sobre Enxaqueca Infantil em Caucaia e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Enxaqueca Infantil.

Silvana Cristina S Albuquerque
Av B 690
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Afonso Celso C. Soares
Av Treze de Maio 1331
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Maia Pinto
3221-5435
R Jaime Benevolo 1644
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Hilario Ehrich de Menezes
3246-7888
Av Barao de Studart. 2360
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Maria Costa Batista
3495-3813
Av Holanda 235
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdy Ferreira de Menezes
3458-1630
Av Dom Luis 500
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Luiza de Mattos B Oliveira
3272-2772
R Vicente Nogueira Braga -Vicente Braga 214
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Terceiro de Paiva Bezerra
3224-1360
R Vicente Linhares 269
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fabricio Andre Martins Costa
3279-5059
R Pedro Firmeza 712
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Sefora de Alencar Araripe Gurgel
3224-6470
R Jose Vilar 950
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Enxaqueca infantil sintomas, causas, tratamento

Muitas crianças se queixam de dores de cabeça e os pais costumam ficar de mãos atadas sem saber qual providência tomar. O quadro torna-se realmente preocupante quando o aproveitamento escolar e até mesmo tarefas diárias são deixadas de lado pelos pequenos em razão da dor, que pode ser particularizada como um quadro clínico de enxaqueca.Veja mais: Crianças com crises de enxaqueca são mais propensas a problemas psicológicosCausas de enxaqueca infantilO uso de analgésicos comuns podem ser usados para reduzir os sintomas e antieméticos para a náusea e vômitos. (Foto Divulgação)Os motivos das crises de enxaqueca são diversos. Problemas de alimentação, horas em frente ao computador ou vídeogame, associados a redução das horas de sono podem originar a dor. Segundos especialistas, até os 12 anos, a presença das dores é semelhante em ambos os sexos, mas, após essa idade, as ocorrências aumentam rapidamente nas meninas.Leia também: Saiba como evitar o estresse infantilSintomas e tratamentosHoras em frente ao computador ou vídeogame, podem acarretar as crises de enxaquecas. (Foto Divulgação)Os quadros crônicos da doença podem levar a criança a ter crises de vômitos, dor abdominal e até vertigem. Esses sintomas são frequentes em meninas, ocorrendo em cerca de 60% dos casos de dor do que em meninos, nos quais somente 41,7% dos que apresentam a dor possuem algum sintoma visível.Veja ainda: Cinco hábitos que previnem a enxaquecaInúmeros fatores podem originar a enxaqueca na criança e devem ser evitados, como a ingestão repetida de alimentos com conservantes, gordurosos, cítricos, leite e derivados, chá e refrigerantes, bem como jejum prolongado, problemas no sono, exagero de atividades extracurriculares, alterações emocionais, barulho excessivo e cheiros fortes como perfume, tinta e cigarro.Alimentos gordurosos, devem ser evitados já que podem originar a enxaqueca na criança. (Foto Divulgação)Caso não for plausível evitar, a crise deve se tratada. Para isso a indicação médica é de repouso em um lugar silencioso e com pouca luminosidade e um breve intervalo de sono. Normalmente, as crianças com enxaqueca não precisam de medicamentos para suas crises, já que, costumam melhorar, somente com repouso em um ambiente calmo que estimule o sono.Confira: Alimentos que pioram a enxaquecaTambém pode ser indicado o uso de analgésicos comuns para reduzir os sintomas e antieméticos para a náusea e vômitos. Com o passar do tempo, sobretudo, quando os quadros são prevenidos e tratados ao longo da infância, as crises de dor podem desaparecer sozinhas.