Exame De Colesterol Teresina, Piauí

Exame De Colesterol em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Exame De Colesterol em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Exame De Colesterol.

Shecap
(86) 3222-5083
Rua Félix Pacheco, 2159
Teresina, Piauí
 
Lab Life
(86) 3223-9700
Rua Desembargador Pires de Castro, 265
Teresina, Piauí
 
Laboratório Waldemar de Moura Análises Clínicas
(89) 3422-2412
Praça Félix Pacheco 626
Picos, Piauí
 
Laboratório Pronto Análise
(86) 3221-2780
Rua 24 de Janeiro 215 A
Teresina, Piauí
 
Laboratório Teresina
(86) 3222-0481
Rua São Pedro 1877
Teresina, Piauí
 
Unidade de Diagnóstico Por Imagem Ltda
(86) 3302-3672
Avenida Lindolfo Monteiro 813
Teresina, Piauí
 
Laboratório de Imunodiagnosticos de Teresina
(86) 3223-7022
Rua Anísio de Abreu 162
Teresina, Piauí
 
Lac - Laboratório de Análises Clínicas
(89) 3422-5807
Tv Josino Araújo
Picos, Piauí
 
Clínica Hospital Dia Ltda
(86) 3221-6660
Rua 1º de Maio 290
Teresina, Piauí
 
Med Lab
(86) 3223-7798
Rua Desembargador Pires de Castro 157
Teresina, Piauí
 

Novo tipo de exame de colesterol

O colesterol é um tipo de lipídeo (gordura) produzido em nosso organismo. Ele está presente, principalmente, em alimentos de origem animal como carne, leite integral e ovos. Em nosso organismo, essa substância desempenha funções essenciais como produção de hormônios e algumas vitaminas. Porém, o colesterol pode ser um grande vilão da nossa saúde, pois seu excesso no sangue é prejudicial, podendo chegar a aumentar a chance de entupimento de artérias, levando a um grande risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, como o infarto.Existem dois tipos desse lipídeo em nosso sangue: Chamamos de LDL (do inglês: Low density lipoprotein) o colesterol conhecido como “ruim”. Isso se deve ao fato que esse tipo de lipídeo pode se depositar nas artérias, provocando uma obstrução da passagem do sangue e levando a doenças graves como o infarto. Já o HDL (do inglês: High density lipoprotein) pode ser chamado colesterol “bom”, pois, em altas taxas ajuda no funcionamento da circulação, retirando o depósito de lipídeos e diminuindo a formação de placas de ateroma (placas de gordura).Milhares de pessoas, no mundo todo, sofrem de problemas decorrentes de altas taxas de colesterol no sangue. Muitas delas só descobrem o problema quando ocorre algo grave, como um acidente vascular cerebral ou um infarto agudo do miocárdio. Devido a isso, médicos especialistas querem reformular o exame de colesterol a fim de que detecte-se mais cedo, pessoas com possível risco de problemas cardiovasculares, decorrentes do alto nível de lipídeos no sangue.A mudança sugerida por especialistas americanos daria condições de ver com mais clareza os riscos cardíacos, de cada paciente. Se essas sugestões forem aceitas, o novo teste do exame de colesterol pode detectar novas proteínas indicadoras de inflamação nas artérias e de obstruções dos vasos sanguíneos.O paciente, então, faria o teste comum de colesterol e, se estivesse dentro dos níveis intermediários de risco para problemas, faria novos testes, para descobrir se realmente tem um risco de desenvolver um enfarto agudo do miocárdio.Os médicos estão otimistas e acham que esse novo teste podem chegar a diminuir o número de infartos precoces, com a ajuda dos resultados dos novos exames.O novo exameOs exames atuais são capazes de medir a quantidade de LDL, VLDL e triglicerídeos no sangue, além do valor do HDL. Os novos exames acrescentarão mais duas proteínas a esta lista. Será possível detectar a qualidade de PCR (proteína C reativa), substância liberada quando há alguma inflamação no organismo e, também, o LP, outra proteína ligada a formação de placas ateromatosas dentro dos vasos sanguíneos.Dessa maneira, os médicos poderão classificar, com maior precisão, se o paciente tem um risco alto ou baixo de desenvolver doenças cardiocirculatórias e, assim, prevenir mais casos.Como prevenirA melhor maneira de prevenir o aumento do colesterol no sangue é seguindo um hábito saudável de vida. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) recomenda as seguintes condutas alimentares:Consuma, de preferência, verduras e legumes, frutas, cereais, grãos e massas;Em relação às carnes, prefira peixe e carnes brancas das aves, preparadas sem pele;Alimente-se de carnes vermelhas, porém, com cautela e retirando a gordura visível;Faça uso moderado de crustáceos, evitando a adição de gorduras saturadas em seu preparo;Evite consumir gema de ovo, leite, manteiga e outros derivados na forma integral, dando preferência a produtos desnatados;Evite margarinas sólidas, contudo, utilize com cautela as margarinas cremosas;Tente não utilizar óleos insaturados, tais como soja, canola, oliva, milho, girassol e algodão;Evite usar óleo de coco e dendê;Evite o consumo de alimentos fritos. Evitar a excesso de colesterol é a melhor forma de cuidar do seu coração.