Febre Interna Teresina, Piauí

Febre Interna em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Febre Interna em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Febre Interna.

Antonio de Barros Araujo Filho
(86) 3215-6828
Av Leonidas Melo 370
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nilda Mendes de A Trindade
(86) 3222-4267
R Paissandu 2110
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Inocencia Ferreira Melo
Av Tomaz Rebelo 462
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Alcy Fontenele
(86) 3221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Raimundo Pereira Torres
(86) 3223-7811
R Magalhaes Filho 768 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Thereza Christina Pereira Leal
(86) 3223-6664
R Alvaro Mendes 2268 - Sala 106
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria Teresa Sousa M Rezende
(86) 3221-4805
R Vinte e Quatro de Janeiro 294 - N
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Manoel Chaves Filho
(86) 3223-5600
R Felix Pacheco 1870
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Roger Aragon de Moraes Marinho
(86) 3221-2723
R Elizeu Martins 1294 - Sala 201
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Febre interna: o que fazer

A febre interna é a sensação de febre, nem sempre seguida de aumento de temperatura.A febre interna é um dos sinais clínicos mais comuns. Ela é caracterizada por um aumento da temperatura corporal acima da média. Na verdade, toda febre é interna, pois a temperatura aumenta no centro do nosso corpo e é transmitida para a pele.Algumas pessoas entendem como febre interna aquela sensação de calor ou sensação de febre, que temos quando não estamos nos sentindo bem. Porém, nem todas as vezes que temos esse sintoma estamos realmente com febre.Os primeiros passos para cuidar do aumento da temperatura é verificar se ela vem acompanhada de outros sinais e sintomas.Variação da temperatura normalA temperatura normal varia de acordo com:Idade: em crianças de até 2 anos as temperaturas normais tendem a ser maiores que a dos adultos;Temperatura ambiente: mais quente ou mais frio (uso de ar condicionado, por exemplo);Sexo: a temperatura do sexo feminino é mais elevada, quando comparada a do sexo masculino, e ainda apresenta variações segundo o ciclo menstrual;Atividade física: atividade física intensa pode elevar a temperatura, mas isso é algo fisiológico, normal para nosso organismo;Local de verificação da temperatura: denominamos febrícula quando a temperatura axilar ou bucal está entre 37,5ºC e 37,8ºC, acima desse valor consideramos realmente febre. Outro local para verificar a temperatura é pelo ânus, a temperatura retal para ser considerada febre deve estar acima de 38,2ºC.Principais causas da febre internaInfecções (faringite, infecção urinária, pneumonia, gripe, viroses etc);Reações alérgicas;Distúrbios hormonais;Exercícios físicos intensos;Exposição excessiva ao sol;Uso de algumas drogas;Doenças autoimunes;Lesão no hipotálamo (parte do cérebro onde é induzida a febre);Tumores. Se a febre não abaixar com o uso de antitérmicos, consulte um médico.Febre interna: o que fazer1. O primeiro passo é observar os sinais e sintomas como o cansaço, dores no corpo ou tosse. Isso pode indicar sinais de uma gripe que está chegando;2. Outra dica é ficar atento para sinais de inflamações causadas, por exemplo, por cortes no corpo. Isso pode gerar uma infecção e causar a febre;3. A maioria dos casos de febre é causada por vírus como o da gripe. O uso de medicamentos anti-inflamatórios e antitérmicos ajuda a diminuir a febre. Porém, não se deve tomar qualquer tipo de medicamento sem prescrição e orientação médica. O uso inadequado pode causar sérios problemas à saúde;5. Verificar a temperatura constantemente é muito importante para saber se ela está normalizando ou não. Caso temperatura esteja subindo muito, procure o médico;6. Molhar levemente o corpo com uma pano pode ajudar bastante. Mais não se esqueça que o objetivo é normalizar a temperatura e não diminuí-la bruscamente;7. Em caso de crianças, caso a febre chegue aos 40 graus, é necessário procurar um pronto atendimento imediatamente, pois pode ocorrer convulsões;8. Quando a febre não fica por muito tempo nos níveis normais após o uso de algum antitérmico, pode-se intercalar dois tipos de medicamentos para não causar problemas a criança e conseguir manter a temperatura nos níveis normais. Os dois remédios que podem ser intercalados são a dipirona e o paracetamol.7. Ao persistirem os sintomas o médico deve ser consultado.Dicas de tratamentos naturais para a febre internaChá de gengibre e Limão: estimula a transpiração, ajudando a abaixar a febre;Suco de laranja: é o suco ideal para a febre, pois fornece energia e aumenta a eliminação de urina. Consequentemente elimina as toxinas presentes no organismo, aumentando a resistência e acelerando a recuperação;Chá de açafrão: ajuda a baixar a febre. Deve ser tomado de hora em hora, na quantidade de uma colher (sopa).Chá de limão com gengibre para a febre.O instrumento padrão utilizado para medir a febre corporal é o termômetro. Ele é simples e fácil de manusear, e cada pessoa pode ter o seu em casa. O ideal é verificar a temperatura assim que aparecerem os sinais e sintomas da febre. Caso a temperatura esteja superior 39ºC, é necessário procurar o médico para avaliar o caso e administrar medicamentos se necessários.Conteúdo avaliado com média: