Fobia Social Caxias do Sul, Rio Grande do Sul

Fobia Social em Caxias do Sul. Encontre telefones, endereços e informações sobre Fobia Social em Caxias do Sul e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Fobia Social.

Cintia Agostini Berriel
(54) 3217-5434
Rua Sinimbu 2222 s 92
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Márcia Tartarotti Dambros
(54) 3268-1678
Rua Júlio de Castilhos 734 s 203
Farroupilha, Rio Grande do Sul
 
Daniela Cecchetti Rezler
(54) 3222-6510
Rua General Arcy da Rocha Nóbrega 401 s 508
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Ana Paula Grossi Letti
(54) 3228-6106
Avenida Júlio de Castilhos 81 s 802
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Margane Izabel Stumpf Mazzochi
(54) 3223-0691
Avenida Júlio de Castilhos 2883 s 502
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Helena Maria Rizzon Mariani
(54) 3221-4624
Avenida Júlio de Castilhos 2069 s 83
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Marcia Rejane Menezes
(54) 3214-3147
Rua Garibaldi 789 s 203
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Rosmeri Schmidt
(54) 3214-5868
Rua Borges de Medeiros 677 s 13
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Mariana Alquati Bisol
(54) 3222-3545
Rua Pedro Tomasi 1073
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 
Katia Maria Biazus Soares
(54) 3202-2899
Rua Sinimbu 2222 s 52
Caxias do Sul, Rio Grande do Sul
 

Fobia Social: O Que É?

A fobia social pode ser considerada um transtorno causado por intensa ansiedade em situações de desempenho social. Essa ansiedade é gerada quando a pessoa se submete a qualquer atividade em que há exposição e avaliação de outros. É um enorme temor ao julgamento e sensação de estar constantemente sob a avaliação de outros.Fobia Social (Foto: Divulgação)A fobia social é manifestada normalmente quando a pessoa desenvolve tarefas comuns em público, como escrever, assinar, falar, comer, dirigir etc., o desconforto é tão grande que normalmente impede a pessoa de realizar a tarefa de maneira eficaz. Quando a pessoa que sofre dessa fobia tem que apresentar-se em público sua ansiedade dura por toda a apresentação, ao contrário de uma ansiedade normal que duraria em média 15 minutos, ao iniciar a apresentação existe essa ansiedade que é norma e passa após os primeiros 15 minutos, mas no caso de fobia social a pessoa fica com essa ansiedade até o final da apresentação e pode ser aumentar até o final, muitas vezes a pessoa interrompe sua apresentação ou até mesmo some do local em uma verdadeira fuga sem nenhuma justificativa.A fobia social é manifestada normalmente quando a pessoa desenvolve tarefas comuns em público (Foto: Divulgação)Dessa forma, envolve transtornos emocionais, que podem ser vivenciados de diversas maneiras, como no caso de uma intensa inquietação interna, um estado de pânico, ou por meio de alguma manifestação física. No entanto, há duas características que são marcantes na identificação da ansiedade própria da fobia social: a necessidade urgente de sair da situação e o reconhecimento.Ter contato com as pessoas e a sensação de conviver causa intensa ameaça impedindo que seja natural. Geralmente, aqueles que são afetados pelo problema, faz sacrifícios para suportar o mal estar e, com o tempo, convence-se de que eles são inúteis. A sensação de ameaça, o medo, as manifestações físicas, são os aspectos mais visíveis para a pessoa. porém, tudo isso são apenas sinais e sintomas de complexas interações internas.Quando a pessoa se aprofunda nessas vivências, nota-se a existência de sentimentos contraditórios, de julgamentos distorcidos a respeito de si, das pessoas e do mundo. Um exemplo disso seria a pessoa descrever seu chefe como uma pessoa amena, e reconhecer que sente muito medo de falar com ele.Os principais sintomas são: desconforto exagerado de ansiedade quando estiver perante olhares de outros, situações sociais ou de desempenho, existem também alguns sintomas físicos, taquicardia, boca seca, sudorese, gagueira, confusão mental, pânico e sensação de que vai desmaiar.A causa pode ser muito simples, apenas o medo da exposição, crítica, depreciação ou rejeição, isso toma conta da pessoa e impossibilita que ela demonstre o seu desempenho. Essa fobia é incapacitante e deve ser tratada.A pessoa que sofre tais sintomas deve procurar ajuda imediatamente, o tratamento é feito com medicamentos que ajudam a amenizar os sintomas e é indicado juntamente uma terapia comportamental. Assim, em vista de qualquer sinal, procure ajuda médica!É muito importante sentir-se bem consigo, ter autoconfiança e segurança ao desempenhar suas tarefas, portanto não exite em procurar ajuda.A pessoa que sofre tais sintomas deve procurar ajuda imediatamente (Foto: Divulgação)