Hemofilia Teresina, Piauí

Hemofilia em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Hemofilia em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Hemofilia.

Antonio de Barros Araujo Filho
(86) 3215-6828
Av Leonidas Melo 370
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ceciane Alves Nery
(86) 4009-1110
R Coelho de Resende 1276
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Alcy Fontenele
(86) 3221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose de Ribamar Tourinho
(86) 3232-4945
Av Miguel Sady 209
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Nilda Mendes de A Trindade
(86) 3222-4267
R Paissandu 2110
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Raimundo Pereira Torres
(86) 3223-7811
R Magalhaes Filho 768 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdeci Ribeiro de Carvalho
(86) 3221-8742
R Coelho de Resende 352 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Antonio de Carvalho
Av Raul Lopes 1000 - L Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Inocencia Ferreira Melo
Av Tomaz Rebelo 462
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Hemofilia: o que é, como tratar

A hemofilia é causada por um distúrbio na coagulação do sangue.A hemofilia é causada por um distúrbio na coagulação do sangue. Por exemplo, quando cortamos uma parte do nosso corpo, existem algumas proteínas que são responsáveis pelo crescimento e desenvolvimento dos tecidos, esses agem para estancar o sangue. Esse processo é chamado de coagulação. As pessoas portadoras de hemofilia não possuem essas proteínas, por isso sangram mais do que o normal.Tipos de Hemofilia Hemofilia A: é o tipo mais frequente de distúrbio da coagulação. Trata-se de uma deficiência recessiva ligada ao sexo, do fator VIII da coagulação. Ainda representa 85% dos casos divulgados internacionalmente (segundo a Organização Mundial da Saúde- OMS);Hemofilia B: ocorre devido a deficiência do fator IX da coagulação. Os dados clínicos são parecidos com os da hemofilia do tipo A.Existem diversos tratamentos de reposição de fatores da coagulação.Principais causasExistem vários fatores que agem na coagulação sanguínea em uma sequência determinada. No final dessa sequência é formado o coagulo e o sangramento é contido. Para uma pessoa com hemofilia, um desses fatores não funciona. Dessa forma, o coagulo não é formado e o sangramento não para.A hemofilia é causada por uma mutação genética do material cromossômico. Esse material é uma estrutura em forma de fita que permanece dentro das células humanas e que possuem as informações genéticas que são passadas de gerações em gerações. O gene que causa hemofilia está localizado no cromossomo X.Como tratar a HemofiliaO tratamento da hemofilia é baseado na administração de fatores que facilitam a coagulação, e tem por objetivo alcançar os níveis adequados para evitar as hemorragias. Veja algumas situações que ajudam a repor o fator de coagulação que está baixo ou até mesmo ausente:Terapia preventiva ou profilática: o paciente hemofílico pode passar por terapia de reposição regularmente, para prevenir os sangramentos;Terapia por demanda: o paciente ainda pode necessitar somente dessa terapia de reposição para interromper algum tipo de sangramento que ocorrer. Esse tratamento é chamado de terapia por demanda.As crianças evitam o tratamento. Por isso os pais precisam ficar atentos.É importante saber que para todos os tipos de hemofilia o tratamento do sangramento deve ser rápido para que não ocorram danos maiores. Para as crianças é importante que os familiares consigam identificar rápidos os sinais do sangramento do hemofílico. Os pequenos algumas vezes ignoram os sinais para evitar o tratamento que é desconfortável. Por isso é importante que os pais fiquem atentos.