Inflamação No Piercing Teresina, Piauí

Inflamação No Piercing em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Inflamação No Piercing em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Inflamação No Piercing.

Maria de Lourdes de F Veras
(86) 3221-0190
R Olavo Bilac 1610
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Antonio Nunes Martins
(86) 3223-5492
R Desembargador Pires de Castro 765 - S
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Jose Lima
(86) 3226-1312
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Felix Pereira da Silva
223-2346
R Olavo Bilac 1520 - Sl 107
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose de Ribamar Tourinho
(86) 3232-4945
Av Miguel Sady 209
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Antonio de Carvalho
Av Raul Lopes 1000 - L Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdeci Ribeiro de Carvalho
(86) 3221-8742
R Coelho de Resende 352 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Luis Lima
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Raimundo Pereira Torres
(86) 3223-7811
R Magalhaes Filho 768 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ceciane Alves Nery
(86) 4009-1110
R Coelho de Resende 1276
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Inflamação no Piercing, Como Cuidar

O Piercing é uma arte corporal que está presente em diferentes países, incluindo o Brasil. O brinco pode ser inserido em diferentes partes do corpo, como orelha, língua, nariz, umbigo e assim por diante. É preciso tomar os devidos cuidados para que não haja efeitos colaterais. Se não cuidar da maneira correta, o piercing pode inflamar ou ter rejeição do corpo. É muito comum que algumas pessoas tenham rejeição com objetos do tipo. É preciso analisar se é uma simples inflamação, se é algo mais sério ou então se é uma rejeição. Se for rejeição, é preciso tirar a peça, pois não há reversão e a situação pode ficar cada vez pior.A inflamação no piercing pode acontecer por inúmeros motivos. O melhor método é o de prevenção, ou seja, a manutenção diária logo após o furo. Essa manutenção também pode ajudar no tratamento de uma pequena inflamação. Essa manutenção consiste em lavagem com sabonete antibactericida todos os dias na hora do banho e o uso de um antisséptico ou demais produtos com a mesma função. Esse tipo de higienização já pode facilitar e muito o tratamento do piercing. Ele evita inflamações e ajuda na manutenção correta da joia. Evite colocar a mão suja (sem estar devidamente higienizada) ao longo do dia. Coloque a mão apenas para fazer a higienização.Ao inflamar, é preciso tomar alguns cuidados com a inflamação no piercing para que cure essa infecção. Na maioria dos casos, uma medida simples e caseira pode resolver o problema, mas dependendo da gravidade é preciso procurar um médico especialista no assunto, como infectologistas. Em casos mais extremos é necessário que se faça a retirada do piercing. Já ouve muitos casos de problemas seríssimos por uma simples infecção mal cuidada. Por esse motivo é preciso tomar muito cuidado com o piercing, desde o dia da aplicação até os próximos que se sucedem. Mesmo depois da cicatrização, deve haver ainda uma manutenção pesada, evitando maiores danos.Entre os problemas de inflamação no piercing podemos citar:- Alergia ao metal;- Intensa dor local;- Sangramento incontrolável da língua;- Aspiração do piercing pelos pulmões;- Infecção por hepatite B, hepatite C ou HIV;- Infecções gengivais;- Parafimose, nos casos de colocação de piercings no pênis.Quanto menos cuidado com a assepsia houver no momento da inserção do piercing e nos primeiros dias com o metal no corpo, maiores os risco de complicação. Muitas pessoas pesquisam sobre como cuidar do piercing inflamado. Entre as medidas caseiras mais simples e eficazes, podemos citar a compressa com água quente e sal. É algo simples, mas que pode curar a infecção dentro de alguns dias ou semanas. Num copo de 200 ml dissolva uma pitada – menos de meia colher de chá (pequena) de sal. Com o auxilio de compressas de algodão massageie o local do piercing por 5 a 15 minutos de 2 a 3 vezes ao dia. Esse método é mais indicado do que pomadas, o que pode cozinhar a pele e prejudicar ainda mais o local do furo. Conteúdo avaliado com média: