Inflamação No Piercing Teresina, Piauí

Inflamação No Piercing em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Inflamação No Piercing em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Inflamação No Piercing.

Thereza Christina Pereira Leal
(86) 3223-6664
R Alvaro Mendes 2268 - Sala 106
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ceciane Alves Nery
(86) 4009-1110
R Coelho de Resende 1276
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Luiz Antonio de Carvalho
Av Raul Lopes 1000 - L Teresina Shopping
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Roger Aragon de Moraes Marinho
(86) 3221-2723
R Elizeu Martins 1294 - Sala 201
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Inocencia Ferreira Melo
Av Tomaz Rebelo 462
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Valdeci Ribeiro de Carvalho
(86) 3221-8742
R Coelho de Resende 352 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Alcy Fontenele
(86) 3221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose de Ribamar Tourinho
(86) 3232-4945
Av Miguel Sady 209
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Luis Lima
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Inflamação no Piercing, Como Cuidar

O Piercing é uma arte corporal que está presente em diferentes países, incluindo o Brasil. O brinco pode ser inserido em diferentes partes do corpo, como orelha, língua, nariz, umbigo e assim por diante. É preciso tomar os devidos cuidados para que não haja efeitos colaterais. Se não cuidar da maneira correta, o piercing pode inflamar ou ter rejeição do corpo. É muito comum que algumas pessoas tenham rejeição com objetos do tipo. É preciso analisar se é uma simples inflamação, se é algo mais sério ou então se é uma rejeição. Se for rejeição, é preciso tirar a peça, pois não há reversão e a situação pode ficar cada vez pior.A inflamação no piercing pode acontecer por inúmeros motivos. O melhor método é o de prevenção, ou seja, a manutenção diária logo após o furo. Essa manutenção também pode ajudar no tratamento de uma pequena inflamação. Essa manutenção consiste em lavagem com sabonete antibactericida todos os dias na hora do banho e o uso de um antisséptico ou demais produtos com a mesma função. Esse tipo de higienização já pode facilitar e muito o tratamento do piercing. Ele evita inflamações e ajuda na manutenção correta da joia. Evite colocar a mão suja (sem estar devidamente higienizada) ao longo do dia. Coloque a mão apenas para fazer a higienização.Ao inflamar, é preciso tomar alguns cuidados com a inflamação no piercing para que cure essa infecção. Na maioria dos casos, uma medida simples e caseira pode resolver o problema, mas dependendo da gravidade é preciso procurar um médico especialista no assunto, como infectologistas. Em casos mais extremos é necessário que se faça a retirada do piercing. Já ouve muitos casos de problemas seríssimos por uma simples infecção mal cuidada. Por esse motivo é preciso tomar muito cuidado com o piercing, desde o dia da aplicação até os próximos que se sucedem. Mesmo depois da cicatrização, deve haver ainda uma manutenção pesada, evitando maiores danos.Entre os problemas de inflamação no piercing podemos citar:- Alergia ao metal;- Intensa dor local;- Sangramento incontrolável da língua;- Aspiração do piercing pelos pulmões;- Infecção por hepatite B, hepatite C ou HIV;- Infecções gengivais;- Parafimose, nos casos de colocação de piercings no pênis.Quanto menos cuidado com a assepsia houver no momento da inserção do piercing e nos primeiros dias com o metal no corpo, maiores os risco de complicação. Muitas pessoas pesquisam sobre como cuidar do piercing inflamado. Entre as medidas caseiras mais simples e eficazes, podemos citar a compressa com água quente e sal. É algo simples, mas que pode curar a infecção dentro de alguns dias ou semanas. Num copo de 200 ml dissolva uma pitada – menos de meia colher de chá (pequena) de sal. Com o auxilio de compressas de algodão massageie o local do piercing por 5 a 15 minutos de 2 a 3 vezes ao dia. Esse método é mais indicado do que pomadas, o que pode cozinhar a pele e prejudicar ainda mais o local do furo. Conteúdo avaliado com média: