Meningite C Brasília, DF

Meningite C em Brasília. Encontre telefones, endereços e informações sobre Meningite C em Brasília e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Meningite C.

Fernando Cesar D Andrada Sobrinho
Sds Bl. Pº 36 - Ed. Venancio Iii Sala 401
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Carlos Damião Amorim Rebelo de Amorim
Shls 716 - Consultorio 07 Hospital Santa Lúcia
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Fernando Americo Rozzante de Castro
(61) 3346-7771
Shis 716Conj. L Torre Ii S/102 000 - Centro Clinico Sul
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Manoel Sardse Barros Beleza
324-5434
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Eduardo Flávio Oliveira Ribeiro
(61) 3245-7505
Shls 716 Centro Clínico Torre 2 304
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Marcelo de Faveri
(61) 3442-8134
Sep/S 710/910 Centro Clínico Via Brasil 534
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Kenio Dias Botelho
(61) 3442-1018
Seup 710/910 220 - Sala 220
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Eduardo Calixto Saliba
(34) 439-0800
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Alexander Jorge Saliba
(61) 3326-9242
Cln 204 Bloco C Número 51 - Sala 105
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Alexandre Lima Rodrigues da Cunha
(61) 3345-5505
Shls 716 Centro Clinico Sul Torre Ii Sala 420
Brasilia, DF
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Meningite C: causas, sintomas, formas de prevenção

Meningites A meningite é uma importante causa de mortalidade entre as crianças, principalmente menores de 2 anos. O agente causador dessa doença é uma bactéria chamada Neisseria meningitidis.Existem vários tipos dessa bactéria, separadas em sorogrupos, dependendo da proteína que carregam em sua cápsula. Cerca de 98% das meningites são causadas por cinco principais sorogrupos, que são A, B, C, W135 e Y.Crianças menores de dois anos são mais afetadas pela doença e também apresentam um quadro mais grave. Por isso, no Brasil, meninos e meninas de até 2 anos podem ser vacinadas contra o sorotipo C gratuitamente nos postos de saúde, sendo a 1ª dose da vacina aos 3 meses de idade, a 2ª dose aos 5 meses e o reforço entre 1 e 2 anos. O sorogrupo C é responsável por 60% dos casos da doença em nosso país.A disseminação da infecção meningocócica ocorre por aerossóis, gotículas de saliva, ou seja, quando a pessoa entra em contato com gotículas no ar liberadas por pessoas contaminadas. Como no frio temos a tendência de ficar em locais maios fechados, ocorrem mais casos da doença.Sinais e sintomasMuitas crianças apresentam um quadro gripal bem antes de os sintomas da meningite aparecerem. A gripe facilita a instalação da bactéria pelas vias aéreas superiores.Os sintomas mais frequentes da doença são forte dor de cabeça, febre alta, náuseas e vômitos, rigidez no músculo da nuca, agitação, irritabilidade, manchas vermelhas pela pele, inquietação podendo apresentar até convulsões.A nova vacinaDevido a grande importância dessa doença, a empresa Novartis desenvolveu uma nova vacina contra as meningites. Esse novo medicamento combate 4 (A, C, W-135) dos 5 principais sorogrupos da doença. Denominada Menveo®, a vacina será aplicadas em maiores de 11 anos e adultos em uma única dose intramuscular. Porém, como a maior gravidade da doença está nos menores de dois anos, a empresa está fazendo testes para a aplicação da vacina nessa faixa etária. Em vários países a droga já está sendo utilizada desde 2010.A vacina não está presente na rede pública de saúde, podendo ser encontrada apenas em clínicas particulares pelo preço de 170 reais.Uma criança que não tenha tomado a vacina meningocócica C conjugada, nos postos de saúde, seria de grande valia tomá-la em uma clínica particular e, posteriormente, quando completar 11 anos, tomar a nova vacina Menveo® para se prevenir contra os três outros tipos da doença.É importante lembrar que a vacina que temos na rede pública combate apenas o sorogrupo C, sendo que essa nova vacina consegue prevenir outros três tipos além do C.Como prevenirA principal forma de prevenção é a vacina, mas outras medidas também podem ser tomadas.Como a forma de contágio é por aerossóis, é importante evitar contato com pessoas com a doença. Caso você fique próximo de alguém com o diagnostico já feito, é necessário usar máscara quando estiver perto dela, ou, ainda, fazer profilaxia com medicamento, então converse com o médico para que ele tome a devidas providências.Outras formas de prevenir são: lave sempre as mãos; evite ficar muito próximo de pessoas gripadas; tome bastante água e se alimente bem, para melhorar seu sistema de defesa.Na suspeita do quadro é necessário levar imediatamente a pessoa ao pronto socorro.