Paracetamol Petrolina, Pernambuco

Paracetamol em Petrolina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Paracetamol em Petrolina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Paracetamol.

Farmácia Carvalho
(87) 3861-1938
Rua Vital 657
Petrolina, Pernambuco
 
Farmácia Massangano
(87) 3861-1939
Rua São José 400
Petrolina, Pernambuco
 
Casa Ribeiro
(87) 3862-3985
Rua Castro Alves 326
Petrolina, Pernambuco
 
Farmácia São Luís
(87) 3861-7716
Avenida Governador Nilo Coelho 186 B
Petrolina, Pernambuco
 
Farma Carlos
(81) 3249-0066
Rua Leandro Barreto 703 s A
Recife, Pernambuco
 
Elisangela R. Porto Delmontes
(87) 3864-0214
Rua Lili Amorim 25
Petrolina, Pernambuco
 
Farmácia Betel
(87) 3861-2130
Rua Barão Rio Branco 745
Petrolina, Pernambuco
 
Drogaria Juazeiro Ltda
(74) 611 1001
Rua Gões Calmon 19
Juazeiro, Bahia
 
Drogaria Getúlio Vargas
(81) 3445-4024
Rua Clotilde de Oliveira 76
Recife, Pernambuco
 
Farmácia Pague Menos
(81) 3302-3878
Rua Jean Emile Favre 830
Recife, Pernambuco
 

Os perigos do paracetamol

O paracetamol é o analgésico mais utilizadoDar um remédio para baixar a febre em crianças ou tomar um comprimido para aliviar a dor de cabeça não é tão simples quanto parece. O paracetamol é o analgésico mais utilizado atualmente, porém não é uma substância inofensiva. Veja quais os principais perigos que esse medicamento pode acarretar:Lesão no fígadoO paracetamol não é uma droga tão inofensiva quanto parece. Há muito tempo já se sabe que ele pode causar problemas no fígado. Por anos foram mudadas as doses consideradas seguras para essa substância. Hoje a dose máxima é de 4 gramas diárias para adultos.Outro problema é quando há ingestão do medicamento junto com bebidas alcoólicas, pois ambos utilizam enzimas do fígado para metabolização. Dessa forma, aumenta o risco de lesões hepáticas graves, como lesão total do fígado. Por isso deve-se tomar muito cuidado com a ingestão desse tipo de analgésico.Baixa eficáciaO paracetamol não é a melhor das opções do mercado para dor e febre, pois existem remédios muito mais eficazes. Sua capacidade para diminuir a febre, por exemplo, é muito menor do que a da dipirona. Além disso, seu efeito dura bem menos tempo do que os outros medicamentos. O grande problema do paracetamol ser menos eficaz é que as pessoas usam o remédio mais vezes e atingem logo a dosagem tóxica, aumentando o risco de lesões hepáticas.Nunca faça a automedicaçãoRiscos em relação a outras doençasO uso de paracetamol durante a apresentação de algumas doenças também pode ser muito arriscado. Crianças, por exemplo, com diarreia e vômito apresentam baixos estoques de glutationa (enzima hepática) por isso, pode ocorrer intoxicação mesmo com doses consideradas seguras, uma vez que não há quantidade suficiente dessa substância para metabolizar o medicamento.Também no caso das hepatites crônicas B, C e D deve-se tomar muito cuidado, pois essas pessoas não podem tomar o paracetamol. Em todo caso em que o fígado não funciona corretamente, com toda a sua potencialidade, os pacientes estão mais sujeitos a se intoxicar pelo medicamento.RecomendaçõesÉ importante seguir algumas recomendações quando vamos utilizar qualquer medicamento:1. Leia sempre a bula de qualquer remédio que for utilizar;2. Ao tomar mais de um remédio, verifique quais substâncias ele contêm;3. Não ultrapasse a margem terapêutica recomendada;4. Medicamentos vendidos sem prescrição medida necessitam, tanto quanto os outros, de cuidados na administração;5. Nunca se deve fazer automedicação, mesmo com remédios de venda livre, principalmente para crianças.Todo remédio, apesar de ser benéfico, traz riscos à saúde. Cada medicamento tem suas indicações e limitações. Eles só são seguros quando seguimos rigorosamente as orientações.Cuidado com o uso de medicamentos em crianças