Queimaduras Caucaia, Ceará

Queimaduras em Caucaia. Encontre telefones, endereços e informações sobre Queimaduras em Caucaia e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Queimaduras.

Cederme - Centro de Dermatologia e Estética Médica
(85) 3258-5555
Avenida Antônio Sales 3443 s 01
Fortaleza, Ceará
 
Condomínio Clinic
(85) 3247-1121
Rua Coronel Linhares 1741
Fortaleza, Ceará
 
Espaço Ágape
(85) 3458-2128
Avenida Dom Luís 500 s 1412
Fortaleza, Ceará
 
Clínica Professor Jorge Lobo
(85) 3267-2584
Rua Frei Mansueto 1525
Fortaleza, Ceará
 
Centro Dermatológico Dona Libania
(85) 3101-5431
Rua Pedro I 1033
Fortaleza, Ceará
 
Clínica Dermatológica Doutor Humberto Maciel
(85) 3242-1028
Rua Osvaldo Cruz 1 - 2 s 201
Fortaleza, Ceará
 
Clínica Ultravida
(85) 3254-3466
Avenida Tristão Gonçalves 733
Fortaleza, Ceará
 
Maria Raquel Nogueira Cavalcante
(85) 3267-3509
Avenida Dom Luís 1200 s 1117 tor 1
Fortaleza, Ceará
 
Consultório Dr Tauser Barreto
(85) 3261-0399
Avenida Santos Dumont 2727 s 301
Fortaleza, Ceará
 
Consultório Médico Dermatologia Dra Bárbara Melo
(85) 3242-9806
Avenida Dom Luís 1233 s 1809
Fortaleza, Ceará
 

Queimaduras: Como Tratar?

Quando acontece algum tipo de acidente que envolve queimaduras, é importante ter conhecimentos a respeito do assunto, visto que pode ocorrer com qualquer pessoa. As queimaduras são classificadas em três graus diferente e de acordo com sua profundidade na pele, veja:Queimadura de primeiro grau: se atingir apenas a camada mais superficial da pele, ela é classificada como de primeiro grau. A pele fica avermelhada e dói, mas não se formam bolhas. A maior parte das queimaduras de primeiro grau são leves e acabam sarando sozinhas.O tratamento consiste em aliviar os sintomas de dor e esperar o tempo passar. Em uma queimadura desse tipo, a primeira medida a tomar é deixar a área afetada sob água fria e corrente da torneira. Isso diminui a temperatura da pele e interrompe o processo de queimadura. Não coloque gelo e nem recorra a medidas caseiras como pasta de dente, clara de ovo, manteiga, óleo de cozinha.Queimadura de segundo grau: se a lesão for um pouco mais profunda, a queimadura é classificada como de segundo grau. A área afetada incha, dói e fica vermelha. A pele se desprende ou formam-se bolhas.Aqui também a primeira medida a tomar é deixar a área afetada sob água fria e corrente da torneira até que a dor passe, mesmo que demore 30 minutos. Se isso não for possível, faça compressas com água fria. Não use gelo ou água gelada, que podem agravar a lesão. Não passe manteiga, clara de ovo, pasta de dente, açúcar, essas medidas podem atrapalhar a avaliação médica. Depois de resfriar a pele na água, procure ajuda médica.No caso de queimadura nas mãos, remova anéis, relógio, pulseiras, antes que a área afetada inche. O mesmo vale para colares, cinto, sapatos e até mesmo roupas, de acordo com o local da queimadura. Se for nos braços ou nas pernas, mantenha-os elevados para diminuir o inchaço.Queimadura de terceiro grau: a lesão é mais profunda atinge todas as camadas da pele e eventualmente estruturas que estejam abaixo dela. A região queimada fica carbonizada. Esse tipo de queimadura dói menos que as anteriores, pois, além da pele, são destruídas terminações nervosas responsáveis pela dor.No lugar de água corrente, devem ser usadas compressas úmidas e frias para resfriar a pele. Nunca use gelo ou água gelada, que podem agravar a lesão. Esse tipo de ferimento é sempre uma emergência médica. Ligue para o resgate imediatamente.Abaixo você pode verificar para quem pedir socorro em casos de emergências com queimaduras: ligue 193, o número dos Bombeiros. Orienta os primeiros socorros por telefone e, se necessário, faz o resgate, efetuando o transporte para o hospital mais próximo. Instituto pró-queimados: 0800-707-7575. Também orienta os primeiros socorros por telefone e indica o hospital mais próximo habilitado para o atendimento. Não faz o resgate. SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência): 192. Não orienta por telefone, mas faz o resgate e encaminha a vítima para o hospital mais próximo.