Terapias Complementares Sus Águas Lindas de Goiás, Goiás

Terapias Complementares Sus em Águas Lindas de Goiás. Encontre telefones, endereços e informações sobre Terapias Complementares Sus em Águas Lindas de Goiás e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Terapias Complementares Sus.

Cliap
(62) 3253-1871
Rua 12 309
Goiás, Goiás
 
Lugar de Brincar
(61) 3352-6237
QSB 8 c 02
Brasília, DF
 
Eliane Arrais Jardim Fernandes
(61) 3351-8889
C 1 lt 1/12 s 813
Brasília, DF
 
Copp Clínica de Orientação Psicopedagógica
(61) 3351-8696
QNA 8 c 20
Brasília, DF
 
Maria Luci Porto
(61) 3351-0640
C 12 s/n lt 1/2 bl B s 106
Taguatinga, DF
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Clínica Médica Psicologia Água
(61) 618 2974
Q 42 2 lt 18 cj B
Águas Lindas de Goiás, Goiás
 
Clínicas Integradas
(61) 3562-1341
CNB 3 lt 5/6 sl 508
Brasília, DF
 
Clinicentro Clínica Médica e Psicológica
(61) 3351-5946
QNA 16 lt 11 s 103
Brasília, DF
 
Odorico Gonçalves Barbosa
(61) 3563-8416
QSB 2 lt 20 s 102
Taguatinga, DF
 
Eliane Arrais Jardim
(61) 3351-8889
C 1 s/n lt 1/12 sl 813
Taguatinga, DF
Especialidade
Psicologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Terapias complementares SUS

Estima-se que 4 milhões de brasileiros utilizam alguma forma de terapia alternativa para tratar doenças sem o acompanhamento médico. Visando garantir a qualidade da saúde dos pacientes que optam por tratamentos nada convencionais, o Ministério da Saúde normatizou, por meio da Portaria 971, a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde (SUS) em 2008.A Associação Brasileira de Medicina Complementar calcula que cerca de 50 000 terapeutas alternativos atuam no país, muitos sem diploma de medicina. A cada dia que passa aumenta em 20% o número de profissionais que passam a atuar nesse ramo.A Organização Mundial de Saúde (OMS) acredita que 80% da população dos países em desenvolvimento, como o Brasil, utiliza-se de práticas tradicionais nos cuidados básicos de saúde aliadas a tratamentos alternativos desregrados. Deste montante 85% utilizam plantas ou preparados caseiros, que por muitas vezes, não possuem confirmação cientifica de eficácia.Por isso o Ministério da Saúde resolveu regularizar o uso de tratamentos por meio de fitoterapia, homeopatia, acupuntura e de outras práticas terapêuticas alternativas. Além disso, há um esforço em divulgar informações sobre os tratamentos pouco convencionais. Cabe lembrar que a pratica desses tratamentos são aliadas na maioria dos casos ao tratamento tradicional e com acompanhamento de um médico.Veja abaixo para como funcionam alguns tratamentos alternativos.Fitoterapia: Esse tipo de tratamento é feito por meio de plantas. É considerada planta medicinal aquela que contém uma substância bioativa. Muitas destas plantas são venenosas ou tóxicas, e devem ser usadas em doses pequenas para ter o efeito desejado.Por isso é importante falar para o seu médico que você está utilizando esse tipo tratamento alternativo. Ele vai lhe dizer se essa planta realmente pode ajudar ou se o principio ativo dela pode prejudicar seu tratamento. Não pare de ingerir os medicamentos receitados pelo médico para utilizar plantas em seu lugar.Homeopatia: Você já deve ter escutado o termo “dose homeopática”. Isso porque o tratamento homeopático consiste em fornecer ao paciente, na maioria das vezes de maneira preventiva, pequenas doses diluídas de compostos que são tidos como causas da doença em pessoas saudáveis.Desse modo, o sistema de cura natural da pessoa, os anticorpos, é estimulado de modo a estabelecer uma reação de restauração da saúde por suas próprias forças, de dentro para fora. Usamos esse método nas vacinas.Acupuntura: A acupuntura consiste na aplicação de agulhas, em pontos definidos do corpo, chamados de “Pontos de Acupuntura” ou “Acupontos”, para obter efeito terapêuticoem diversas condições. Esse tratamento pode ser utilizado para amenizar dores corporais, além de auxiliar na redução de peso.