Teste Rápido Para Sífilis Teresina, Piauí

Teste Rápido Para Sífilis em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Teste Rápido Para Sífilis em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Teste Rápido Para Sífilis.

Laboratório Diagnose
(86) 3221-4964
Rua Álvaro Mendes 1548
Teresina, Piauí
 
Laboratório Análises Clínicas Especializadas
(86) 3217-3403
Rua Álvaro Mendes 1988
Teresina, Piauí
 
Central de Análise Diagnóstico
(86) 3223-8088
Rua Olavo Bilac 2234 s 1
Teresina, Piauí
 
Cenacli - Centro de Análises Clínicas
(86) 3221-2477
Rua Olavo Bilac 2151
Teresina, Piauí
 
Med Lab
(86) 3221-0693
Rua Desembargador Pires de Castro 334
Teresina, Piauí
 
Laboratório Sanacli
(86) 3223-9748
Rua São Pedro 1976
Teresina, Piauí
 
Pronto Análise
(89) 3422-6925
Rua Francisco Prota 506
Picos, Piauí
 
Centro de Patologia e Análises Clínicas
(89) 3422-3019
Avenida Nossa Senhora de Fátima 514
Picos, Piauí
 
Clínica Costa e Silva
(86) 3226-2707
Rua Olavo Bilac 1450
Teresina, Piauí
 
Lapac - Laboratório Picoense Análises Clínicas
(89) 3422-1627
Tv Josino Araújo 47
Picos, Piauí
 

Teste rápido para sífilis SUS SP

Cidades paulistas terão teste rápido de sífilis.O teste rápido de sífilis do SUS (Sistema Único de Saúde) entrará em vigor a partir de junho no estado de São Paulo e deve beneficiar inicialmente a população de 39 municípios. A iniciativa tem como objetivo simplificar e facilitar o diagnóstico da patologia e de outras doenças sexualmente transmissíveis.A partir de junho, os municípios beneficiados com o teste rápido gratuito para sífilis serão: Americana, Arujá, Bauru, Bragança Paulista, Campinas, Campos de Jordão, Carapicuíba, Cotia, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Franco da Rocha, Itanhaém, Itapeva, Itapira, Itaquaquecetuba, Itatiba, Jaboticabal, Jundiaí, Lorena, Mauá, Olímpia, Osasco, Pederneiras, Poá, Ribeirão Pires, Rio Claro, Santa Barbara D’oeste, Santa Isabel, São Roque, São Caetano do Sul, Sorocaba, São Paulo, Taboão da Serra, Taquaritinga, Taubaté, Vargem Grande Paulista e Várzea Paulista.O diagnóstico da sífilis por meio do teste rápido é seguro e eficaz, consistindo na análise da pulsão da ponta do dedo ou na coleta de uma amostra de sangue. O procedimento possui semelhanças com o teste rápido de HIV e os resultados podem ser consultados depois de quinze minutos.Em menos de quinze minutos o paciente ficará sabendo se tem sífilis ou não.A iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo pretende beneficiar um número maior de cidades, fornecendo o teste rápido de sífilis para 50 municípios até o final deste ano. Estima-se ainda que, em 2013, 145 municípios terão acesso a este serviço de saúde.A preocupação em realizar o teste de sífilis leva em consideração principalmente as mulheres gestantes, que correm o risco de abortar ou gerar um feto com má formação por causa desta DST.Em casos de dúvida sobre a sífilis, entre em contato pelo telefone 0800-16-25-50. Os atendentes estão disponíveis para fornecer informações de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h.Saiba mais: Tratamento gratuito para DSTSobre a sífilisA sífilis é uma doença que afeta milhares de pessoa, sendo que o seu contágio acontece normalmente nas relações sexuais desprotegidas. Quando não tratada adequadamente, a patologia pode evoluir e se torna crônica.Os primeiros sintomas da sífilis aparecem após o período de incubação e são caracterizados pelas lesões nos órgãos genitais. Dependendo da fase em que se encontra a DST, os cancros duros também podem aparecer em outras partes do corpo, como a planta dos pés, ânus, gengiva e palma das mãos.O teste de sangue é usado para fazer um diagnóstico seguro.Na medida em que a sífilis se intensifica, os sintomas também se agravam. A fase secundária da doença é caracterizada por manchas avermelhadas na pele e nas mucosas. O indivíduo infectado também pode sentir dor de cabeça, mal-estar e perda de apetite.A terceira e última fase da doença é a mais crítica, pois se trata de uma inflamação progressiva lenta. O paciente pode ter os vasos cerebrais comprometidos e até mesmo sofrer com sintomas semelhantes ao da meningite. A gravidade dos sintomas é capaz de afetar o sistema nervoso central.A melhor forma de combater a sífilis é prevenindo-a, por isso é importante usar preservativos nas relações sexuais. No entanto, ao constatar os primeiros sintomas, o indivíduo deve procurar ajuda médica para fazer um diagnóstico seguro e iniciar o tratamento com antibióticos.