Toc Teresina, Piauí

Toc em Teresina. Encontre telefones, endereços e informações sobre Toc em Teresina e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Toc.

Valdeci Ribeiro de Carvalho
(86) 3221-8742
R Coelho de Resende 352 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Ceciane Alves Nery
(86) 4009-1110
R Coelho de Resende 1276
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Maria das Gracas Motta e Bona
(86) 3222-9024
R Desembargador Pires de Castro 380 - Sul S 505
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Thereza Christina Pereira Leal
(86) 3223-6664
R Alvaro Mendes 2268 - Sala 106
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Inocencia Ferreira Melo
Av Tomaz Rebelo 462
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Francisco Luis Lima
R Paissandu 2140
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Raimundo Pereira Torres
(86) 3223-7811
R Magalhaes Filho 768 - Sul
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Jose Alcy Fontenele
(86) 3221-8240
R Governador Raimundo Artur de Vasconcelos 616
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Antonio de Barros Araujo Filho
(86) 3215-6828
Av Leonidas Melo 370
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Roger Aragon de Moraes Marinho
(86) 3221-2723
R Elizeu Martins 1294 - Sala 201
Teresina, Piauí
Especialidade
Clínica Médica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

TOC e manias: diferenças

O termo TOC, que é uma sigla para Transtorno Obsessivo Compulsivo, costuma ser frequentemente utilizado para se referir a situações de pessoas que fazem algo sistematicamente. Entretanto, nem todo quadro de mania é TOC. Esse distúrbio psiquiátrico é frequentemente confundido com outra entidade, menos popular, chamada de SOC (Sintomas Obsessivos Compulsivos). Entenda mais sobre o assunto e conheça a diferença entre TOC e manias.A obsessão por limpeza é uma das mais comuns. (Foto: divulgação)Entendendo as maniasDe uma forma geral, as manias são comportamentos repetitivos, geralmente motivados por algum tipo de crença ou superstição, e que não geram nenhum tipo de prejuízo para a vida do paciente. É um ato quase que involuntário e corriqueiro.Podemos classificar como mania a pessoa que tem o costume de sempre levantar da cama com o pé direito, que sempre sai de casa com o guarda-chuva de uma cor específica ou que costuma beijar sempre o mesmo lado do rosto da mãe.Conheça os famosos que possuem TOC.Sintomas Obsessivos Compulsivos (SOC)A SOC corresponde a um quadro de mania mais exacerbado, porém que não interfere significativamente na vida do indivíduo, o qual consegue manter uma rotina completamente dentro da normalidade. Na realidade, quase todo mundo apresenta algum tipo de SOC e nem sempre é preciso ficar preocupar com isso.Exemplos de SOC são pessoas que costumam checar, inúmeras vezes por dia, se a porta do carro está realmente trancada, se o gás do fogão está fechado, se a luz do banheiro está desligada. Esse problema é classificado como “obsessivo” porque o indivíduo sente a necessidade de cumprir esse ritual, e “compulsivo” devido ao número de vezes que ele se repete.Quando os sintomas atrapalham a vida do paciente, podemos considerar TOC. (Foto: divulgação)Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC)Em algumas situações a SOC pode se tornar tão intensa que chega a ocupar boa parte do tempo do paciente, ocasionando problemas em sua rotina diária. A partir desse ponto o problema pode ser considerado TOC, que é caracterizado por obsessões ou compulsões recorrentes e tão graves que causam sério desconforto e comprometimento das atividades cotidianas.O problema geralmente está associado a outras comorbidades, como ansiedade e desconforto, que são minimizados à medida que a compulsão é realizada, por diminuir os efeitos da obsessão.Conheça mais sobre o tratamento para TOC.Entrar em locais com o pé direito é uma mania comum. (Foto: divulgação)A incidência de TOC na população é baixa, atingindo cerca de 2% dos brasileiros. Porém essa doença incapacitante torna o paciente refém de suas próprias obsessões, causadas por ideias, pensamentos, impulsos ou imagens que tomam conta da mente, de forma persistente, contra a vontade do indivíduo. Vale lembrar que essa morbidade, mais grave, se diferencia de SOC e mania pela intensidade dos sintomas e nível de comprometimento da vida do paciente.