Tratamento Para Intoxicação Alimentar São José, Santa Catarina

Tratamento Para Intoxicação Alimentar em São José. Encontre telefones, endereços e informações sobre Tratamento Para Intoxicação Alimentar em São José e região. Leia o artigo abaixo para obter dicas, tutoriais e informações relevantes sobre Tratamento Para Intoxicação Alimentar.

Jolnei Antonio Hawerroth
3242-3353
Rua Caetano Silveira de Matos 2631
Palhoça, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia do Aparelho Digestivo

Dados Divulgados por
Daniel Knabben Ortellado
3223-7683
Rua Menino Deus 63 - 503
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia de Cabeça e Pescoço

Dados Divulgados por
Jan Richard Rost
2108-8888
Av Osmar Cunha 415
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia da Mão

Dados Divulgados por
Paulo Roberto Fontinelli
3322-1126
Rua Saldanha Marinho 374 - 504
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia Cardiovascular

Dados Divulgados por
Eden Edimur Rossi Junior
3224-8899
Rua Menino Deus 63 - 506
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia do Aparelho Digestivo

Dados Divulgados por
Gilberto Kremer
2108-8888
Av Osmar Cunha 415
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia do Aparelho Digestivo

Dados Divulgados por
Paulo Roberto de Miranda Gomes
3223-7014
Rua Cel Lopes Vieira 105
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia Geral

Dados Divulgados por
Leonello Ellera Bocchese
324-4236
Rua Antonieta de Barros 211
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia Pediátrica

Dados Divulgados por
Eduardo Miguel Schmidt
3224-8808
Rua Menino Deus 63 - 507 e 508
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia do Aparelho Digestivo

Dados Divulgados por
Orli Franzon
3244-0188
Rua Jose do Vale Pereira 59
Florianopolis, Santa Catarina
Especialidade
Cirurgia Geral

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Tratamento para Intoxicação Alimentar

Com uma vida rotineira tão corrida é que muitas pessoas não tem mais a opção de poder fazer suas refeições em casa, aquela comida caseira, feita com ingrediente saudáveis e de maneira higiênica. E como tudo na vida, existem algumas conseqüências acerca dessa mudança de hábito, às vezes, uma infecção intestinal, ou mesmo uma diarréia, e o pior acontece é quando nos deparamos com uma intoxicação alimentar, um problema que atinge a inúmeras pessoas no dia a dia, por isso vale à pena aprofundarmos um pouco mais.A intoxicação alimentar é um tipo de infecção originada ao consumir alimento contaminado com bactéria patogênica, toxinas, vírus, príons ou parasitas. E esta contaminação ocorre muitas vezes pela maneira inapropriada de manusear os alimentos, prepará-los e também a forma como são estocados. Além dessas formas de intoxicar um alimento, pode também acontecer por adição de pesticidas ou medicamentos nos alimentos, ou até mesmo comer algumas substancias venenosas como alguns cogumelos ou peixes.Mas como detectarmos que é uma intoxicação alimentar, através dos sintomas, que são geralmente muito parecidos em todos os processos, dores gastrointestinais agudas seguidas de vômitos, diarréias e mal estar o qual pode vir acompanhado de febre, devemos ressaltar que existem alguns tipos de intoxicações, porém tem três que são mais freqüentes, que são a Salmonela. Adquira-se por meio de produtos contaminados como ovos, carnes de ave, leite sem ferver, gelados, maionese, etc.Esta bactéria tem um período de incubação dentre 6 e 72 horas começando com dor abdominal, náuseas, vômitos, diarréia e febre elevada. A fase aguda pode durar 2 dias e a recuperação completa 7 dias, outra é estafilococos, microrganismos presentes no ambiente, nas vias respiratórias, na pele…Os alimentos comprometidos são alimentos esquentados (carnes, presunto, frango, bacon), bolos de creme e saladas, o que dá gastrenterites aguda dar início de forma acelerada, às 2 ou 3 horas da ingestão e cuja recuperação se produz entre 1 e 3 dias, e a ultima Clostridium Perfringens, que são toxinas produzidas por bactérias, sobretudo em carnes vermelhas e aves. Entre 8 e 24 horas aparece um quadro de gastrenterites aguda com diarréia severa sem febre, de curta duração e com boa recuperação.Mas se algumas dessas intoxicações ocorrerem, como deve ser o tratamento contra a intoxicação alimentar? É sempre aconselhável procurar um profissional de saúde habilitado para tratar, mas se optar por usar algumas receitas caseiras vai algumas dicas, o alho é bastante útil neste caso, use uma cabeça de alho para um litro de água. Deixe ferver 5 minutos. Beber uma xícara 3 vezes ao dia.Se preferir, pode tomar extrato de alho que não gera mau odor corporal, toma-se 6 a 12 cápsulas de 100 mg repartidas pelo dia. Além do alho, além desse, tem Salgueirinha- Infusão: 60 g de sumidades floridas para um litro de água a ferver. Deixa-se repousar 10 minutos e toma-se uma xícara 4 a 6 vezes ao dia. Mas antes de tratar é melhor realizar a prevenção.